Arquivos da categoria: Dicas

Vivo Fibra 100 Mega no Wifi – Roteador Sagemcom F@st 5340

internet speed

Recentemente adquiri o Vivo Fibra 100 Mbps, porém no wifiela não estava chegando a 100 Mbps, ficava em torno de 40 Mbps. Para atingir 100 Mbps era necessário utilizar via cabo.

Primeiramente pensei que a causa da queda de velocidade no wifi poderia ser o roteador wireless fornecido pela Vivo, um Sagemcom F@st 5340. Achei que ele seria um roteador de 54 Mbps e não de 100 Mbps. Porém notei que além da frequência 2.4Ghz padrão ele consegue operar também a 5 Ghz ao mesmo tempo.

Não tinha percebido isso antes porque o técnico da Vivo não deixou configurado o SSID do wifi a 5Ghz. Era necessário ter um SSID para a frequência de 2.4 Ghz e um outro SSID para a 5 Ghz.

Para configurar o SSID e senha basta acessar a interface web do roteador. Seus dispositivos (notebook, celulares, tablets, etc.) também precisam ter uma placa wifi que opere a 5Ghz.

1 – Acesse o IP 192.168.1.1 para acessar a interface web de configuração do wifi. No seu caso pode ser que o IP seja diferente.

2 – Clique em “Rede Wifi” como mostra a imagem abaixo.

instalacao vivo 001

3 – Configure um SSID e senha para a frequência de 2.4 Ghz e outro SSID e senha para a frequência de 5 Ghz e clique em avançar. Você pode usar a mesma senha nos dois.

instalacao vivo 002

4 – Após clicar em avançar pode ser que a operação não se conclua por causa de algum problema na interface da Vivo (fica com um loading eterno), mas a operação foi realizada. Aguarde um pouco se isso ocorrer e depois pode fechar a tela.

5 – Verifique no seu dispositivo se estará aparecendo o SSID que você configurou para a frequência de 5 Ghz e conecte. No meu exemplo seria a “Wektabyte50Ghz”.

Lembre-se também de remover ou esquecer a conexão antiga de 2.4 Ghz nos seus dispositivos, senão eles poderão conectar nessa frequência automaticamente depois.

Após isso tente testar a velocidade da sua conexão. No meu primeiro teste bateu 50Mbps e no segundo 93 Mbps. A variação é normal, porém não estava mais abaixo de 50 Mbps como antes.

Converter objetos Java em JSON e vice-versa com Gson

google-gson

Quebrei um pouco a cabeça para mapear atributos de um JSON para objetos em Java, mas finalmente achei uma lib salvadora, o Gson. Tão boa que resolvi fazer esse artigo sobre ela. Espero que seja útil para todos.

Gson é uma biblioteca que converte objetos Java em JSON e vice-versa. Como bom programador você já deve ter percebido isso só de ver o título (assim espero).

Outra coisa que você deve ter percebido também é que esta biblioteca é do Google e isto normalmente quer dizer que é lib da boa.

O Gson é absurdamente simples de usar. Você deve criar uma classe em Java que represente os campos do JSON, tanto para serializar(Java para JSON) quanto para deserializar(JSON para JAVA).

Para demonstrar vamos criar uma classe User com 2 atributos e 4 métodos getters e setters dos atributos.
Continue lendo

Escolhendo um microfone para gravar um jogo ou um vlog

audacity

Ontem fiz alguns testes para gravar minha belíssima voz em alguns vídeos jogando Minecraft, mas a gravação da voz não ficou muito boa.

Nos testes utilizei um Wireless Stereo Headset 7.1 da Sony para PS3. Porém o volume da voz ficou baixo e com um pouco de chiado, mesmo com algumas edições no Audacity.

O microfone desse headset é bom para uma conferência ou para xingar alguém do time adversário, mas para gravar uma narração não. Então comecei a pesquisar para saber qual seria o melhor microfone para o meu propósito.

Acabei encontrando o vídeo abaixo do canal InternetVideosBR que era justamente o que eu queria. Ele demonstra de forma audível as diferenças entre os microfones direcional, cardióide, de lapela e até de um headset de R$10,00.
Continue lendo